Jornalista pede demissão após declarar que veganos deveriam ser assassinados

Em sua conta no Instagram, William Sitwell pediu desculpas aos veganos, justificando que foi uma piada irrefletida (Acervo: BBC)

Até então editor da revista Waitrose, sediada no Reino Unido, o jornalista William Sitwell pediu demissão na semana passada depois de declarar que veganos deveriam ser assassinados. Após receber da jornalista Selene Nelson uma sugestão de uma série de culinária vegana, Sitwell comentou que seria interessante uma série sobre forçar veganos a comer carne e matá-los um por um.

A agência de produção por trás da revista Waitrose anunciou a renúncia do jornalista depois que os comentários foram divulgados pelo BuzzFeed News. Em sua conta no Instagram, William Sitwell pediu desculpas aos veganos, justificando que foi uma piada irrefletida.

Apesar dos comentários do jornalista, a cadeia de supermercados Waitrose, proprietária da revista homônima, anunciou que a venda de produtos vegetarianos e veganos em suas lojas tiveram aumento de 85% em 2018. A empresa qualificou como positivo o crescimento do veganismo e lembrou que em suas lojas há 40 produtos de fabricação própria para vegetarianos e veganos.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com