Após anos de exploração, elefante sorri ao se deparar com nova vida em santuário

           

Por quatro longos anos, uma elefante chamada Boon Dee viveu em um acampamentos em Pattaya, na Tailândia, sendo explorada em “passeios de elefantes” – tão famoso e procurado por turistas de todo o globo. Como resultado de maus-tratos e negligência, Boon Dee estava gravemente desnutrida, apresentava abscessos por todo o corpo e, inclusive, ficara meio cega.

Reprodução | One Green Planet

Felizmente, uma equipe de voluntários do Refúgio de Elefantes da Wildlife Friends Foundation Tailândia (WFFT) interveio para levar até o pobre animal toda a atenção médica que ela precisava desesperadamente. Assim que viram o que havia acontecido com Boon Dee no decorrer de seu tempo no acampamento, os tutores ficaram chocados e horrorizados, e então contataram a WFFT na esperança de que eles pudessem ajudar a garantir um futuro melhor para o elefante.

A equipe da WFFT rapidamente entrou em ação para reabilitar Boon Dee e fazer com que ela passasse o resto de seus dias em seu santuário e, quando ela chegou ao local, não conseguiu disfarçar a alegria ao se perceber livre para brincar e mergulhar na água como deseja em sua nova casa no refúgio.

Reprodução | One Green Planet

Ela esboçou um sorriso gigantesco, muito caloroso, para expressar toda a gratidão ao ter tido uma chance de viver uma vida digna, em um espaço saudável e bem cuidados. Além disso, Boon Dee se reuniu com Gan Da, outro elefante resgatado, de quem era amiga anos antes, quando os dois foram colocados juntos em um acampamento em Chiang Rai.

Passeios de elefantes podem ser apresentados como experiências divertidas e inocentes, mas, na realidade, essa “atração” é torturante para os animais e também muito perigosa para os humanos envolvidos. Ainda assim, as oportunidades para montar um elefante permanecem fáceis de encontrar em todo o mundo.

Reprodução | One Green Planet

Por exemplo, os “acampamentos de trekking” na Tailândia oferecem aos visitantes a chance de serem carregados na selva nas costas desses animais – uma experiência que é muito menos mágica do que parece quando se considera que os elefantes, que são selvagens e deveriam vagar livremente pela selva, são mantidos presos por correntes e golpeados com ganchos para fazê-los agir como desejado.

Reprodução | One Green Planet

Graças ao trabalho árduo da equipe de resgate da Wildlife Friends Foundation Tailândia, Boon Dee agora é oficialmente um membro do rebanho no Refúgio de Elefantes WFFT, e seus dias de transportar turistas de costas por horas a fio finalmente acabaram.

Que história reconfortante!

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo