Cão vítima de maus-tratos é resgatado após ser atacado com ácido

           

Charlie foi pendurado pelo pescoço e um solvente ácido foi jogado em seu corpo.

Foto: Trio Animal Foundation/Facebook

Felizmente, agora ele está finalmente seguro em um hospital onde tem recebido o tratamento médico de que precisa. A polícia está trabalhando para identificar a pessoa responsável pelo sofrimento do cão e conseguir  justiça para Charlie.

Os salvadores do cão souberam sobre o abuso por meio da Garrido Stray Rescue Foundation, o que possibilitou que a TAF interferisse.

A TAF não só tinha os meios e os conhecimentos para ajudar Charlie, como também cuida de uma cadela chamada Hazel Grace, que também foi vítima de maus-tratos e sofreu muitas queimaduras.

Foto: Trio Animal Foundation/Facebook

O que Charlie teve que suportar é inimaginável. Agora, ele está em boas mãos e já iniciou o tratamento. Qualquer pele morta ao redor de suas queimaduras precisa ser desbridada e removida com sedação. Em seguida, a medicação é administrada. Quando sair do hospital, Charlie ficará com Hazel Grace e irá para um lar temporário.

Foto: Trio Animal Foundation/Facebook

Segundo a equipe que o salvou, a polícia tem uma boa ideia de quem pode ter maltratado Charlie. Inúmeras pessoas se apresentaram desde o incidente e ofereceram informações sobre um homem que teria torturado cães e gatos no passado, informa o One Green Planet.

A TAF está oferecendo uma recompensa de US$ 5 mil para qualquer pessoa que tenha informações que levem à acusação do responsável por essa imensa crueldade.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo