Estudo mostra que apenas 10 rios são responsáveis por 95% dos plásticos nos oceanos

           
Poluição do Rio Makelele
Foto: John Wessels/AFP/Getty Images)

Um caminhão de plástico entra no oceano a cada minuto enquanto as garrafas descartadas nas ruas e as microesferas usadas em produtos de higiene pessoal acabam no rio mais próximo e, em seguida, no mar.

Rios de todo o mundo transportam grandes quantidades de plástico para o mar, mas um novo estudo identificou que apenas 10 deles – sendo que oito localizam-se na Ásia e dois na África – são responsáveis pelo transporte de até 95% do total do lixo oceânico do planeta.

Essa enorme pegada de plástico ocorre devido ao excessivo tamanho dos rios, com grandes populações próximas e precários serviços de coleta de resíduos, de acordo com a pesquisa do Helmholtz Centre for Enviromental Research, na Alemanha. O maior transportador de plástico é o rio chinês Yangtze que leva até 1,5 milhão de toneladas anualmente para o oceano, informa o The Essencial Daily Briefing.

Isso se compara a 18 toneladas por ano carregadas pelo The Thames – o que muitos argumentariam que ainda é muito alto, mas consideravelmente menor do que os rios mais poluentes do mundo.

Christian Schmidt, do Helmholtz Centre, explica que melhorar o controle de resíduos nas áreas de captação do rio ajudaria a diminuir o problema da poluição causada pelos plásticos.

“Em países como a China e a Índia, os resíduos urbanos não são completamente recolhidos e, ainda assim, muitas vezes não são devidamente descartados. Melhorar o controle de resíduos nesses países deve ajudar a diminuir a poluição plástica nos rios”, ressalta.

Enquanto isso, nos países industrializados a taxa de coleta de resíduos é praticamente 100%. Porém, o lixo, roupas sintéticas e produtos de uso doméstico, como creme dental, ainda despejam plástico nos oceanos.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo