Saiba tudo sobre o vitiligo em cães

           
Reprodução/Instagram @white_eyed_rowdy

A causa da pigmentação diferenciada nos olhos de Rowdy é o vitiligo, doença já conhecida por nós.

Mesmo sendo raro, cães e gatos podem ser atingidos pela doença. Nos gatos, é ainda mais difícil. “Se trata de uma doença onde os melanócitos são destruídos. Os melanócitos são células produtoras de melanina, a substância responsável pela coloração da pele, com função auxiliar da proteção celular contra a radiação solar”, explica a veterinária Karla Pedroso, da Petz. Isso resulta em áreas do corpo despigmentadas.

A notícia boa é que o vitiligo não afeta a saúde dos animais. A veterinária só alerta que nessas áreas afetadas, a sensibilidade com a luz solar é maior. Por isso, além do uso de protetor, é indicado que os pets tomem cuidado e tenha contato com a luz do sol de maneira reduzida.

“A causa do vitiligo não é estabelecida. A teoria mais aceita diz se tratar de uma doença autoimune (os pacientes teriam anticorpos que atacariam suas próprias células, os melanócitos)”, explica Karla. Além disso, assim como nos humanos, a genética pode estar envolvida.

Não há tratamento conhecido e que se mostre eficaz. “Existem casos que, em áreas pequenas, ocorre repigmentação espontânea”, completa.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo