Políticos europeus viram veganos para lutar contra a mudança climática

           
Divulgação

Um grupo de parlamentares dinamarqueses, dos partidos Alternative e Red-Green Alliance, prometeu adotar um estilo de vida vegano por 22 dias para expandir a consciência sobre como a agricultura animal é devastadora para o meio ambiente.

“Virar vegano por 22 dias não vai salvar o mundo, mas é uma grande e imperdível oportunidade para ampliar a discussão sobre o impacto do consumo de animais e os problemas que isso causa”, afirma a secretária ambiental do Red-Green Alliance, Maria Gjerding, ao portal VegNews.

Nos EUA, um grupo de políticos em San Diogo se absteve de carne em abril como parte da campanha VegWeek, lançada pelo grupo de ativistas pelos direitos animais Compassion Over Killing para encorajar pessoas a adotarem um estilo de vida mais saudável e livre de crueldade animal.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo