Gata mostra sua gratidão após ser resgatada de condições abusivas

           

Quando tinha em torno de três anos, a gata Sophie foi resgatada de uma situação de açambarcamento, onde ela e uma tonelada de outros animais eram empilhados em gaiolas em cima uns dos outros.

Gata Sophie deitada de barriga para cima no chão
Foto:Instagram/sophielovestuna

Ela foi levada pelo Animal Rescue League de Boston (ARL), nos Estados Unidos, e logo conseguiu uma nova família.
Sophie é uma gata incrivelmente doce e amorosa que só quer estar perto de seus tutores o máximo que puder.

Durante as primeiras noites em sua nova casa, sempre que eles iam dormir, ela ia até a cômoda e dormia lá a noite inteira. É como se ela quisesse ser grande o suficiente para vê-los e saber exatamente quando era hora de se levantar de novo.

“Tentei ver se ela dormiria na nossa cama, mas ela insistia em dormir sempre na cômoda. Após algumas noites, limpei a cômoda e coloquei sua cama lá. Ela está indo para sua cama desde então”, disse Christiana Viscusi, tutora de Sophie.

Gata Sophie dormindo confortavelmente em sua cama
Foto: Instagram/sophielovestuna

A cama de Sophie é uma versão em miniatura de uma cama humana e ela até tem seus próprios conjuntos de lençóis e edredons.

“Ela dorme ali toda escondida durante toda a noite. Ela se levanta apenas uma vez por volta das 3h para comer algo, então volta para sua cama até que meu despertador dispare pela manhã”, disse Viscusi.

A tutora criou uma conta no Instagram para que o resto do mundo também possa desfrutar de seus adoráveis hábitos de sono. As pessoas muitas vezes questionam se a tutora de Sophie a posiciona na cama para tirar fotos.

Porém, a gata realmente dorme assim todas as noites porque só quer estar perto de sua família.
Embora Sophie ame ficar dentro de casa, ela adora ficar ao ar livre também.

Gata Sophie dormindo confortavelmente em sua cama
Foto: Instagram/sophielovestuna

“Ela poderia passar horas lá fora monitorando o quintal. Quando chego em casa do trabalho, ela está esperando na porta. Temos uma rotina em que vamos para fora por pelo menos uma hora quando eu chego em casa porque sei que ela está ansiosamente esperando o dia todo”, disse Viscusi.

Quando Viscusi começou a levar Sophie para o lado externo um ano depois de adotá-la, ela notou que um dos gatos do vizinho começou a segui-las.

Conforme as semanas passavam, ele começou a se aproximar cada vez mais até que, finalmente, toda vez que Sophie saía, Scottie estava ao seu lado.

No início, a tutora de Sophie não pensou muito nisso – até que ela descobriu que Scottie foi resgatado em condições semelhantes à Sophie e adotado na mesma época que ela.

“É muito possível que eles estivessem no mesmo lugar e cada um tenha ido para abrigos diferentes, mas realmente não sei. Apenas nos faz pensar, especialmente porque os tutores de Scottie disseram que ele não se deu bem com outros gatos e estão surpresos com o quanto ele ama estar perto de Sophie”, afirmou Viscusi ao The Dodo.

Sophie e o gato Scottie
Foto: Instagram/sophielovestuna

É impossível saber com certeza se Scottie e Sophie vieram da mesma casa, mas, de qualquer forma, eles adoram um ao outro e gostam de ficar o máximo possível de tempo juntos.

Toda vez que estamos fora quando ele está, ele corre. Se ele nos vê na nossa varanda, vem e espera que a levemos para fora. É realmente bonito”, contou Viscusi.

Sophie pode ter enfrentado obstáculos, mas seu passado não afetou sua personalidade doce ou o amor que ela sente pela vida.

Ela parece ser extremamente grata por ter uma cama para dormir, um amigo para brincar e uma família para amá-la pelo resto de seus dias.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo