Cabra traumatizada pela indústria da carne ganha uma segunda chance

           

Quando Daisy era apenas um pequeno bebê em uma fazenda no Canadá, ela teve muita sorte posteriormente.

Cabra Daisy no gramado
Foto: FARRM

Ela não estava apenas destinada a um matadouro, mas foi brutalmente atacada por um grupo de corvos selvagens.
Incapaz de ver sua família, ela se consolou descansando a cabeça em seu corpo.

Parecia que a vida não poderia ser mais difícil para a cabra – até que os fazendeiros que a criavam tiveram alguma misericórdia.

Eles a encaminharam ao Farm Animal Rescue and Rehoming Movement (FARRM), um santuário e centro de resgate em Alberta, no Canadá.

Cabra Daisy buscando conforto em si mesma
Foto: FARRM

Quando Daisy chegou ao santuário, os ativistas descobriram que ela sofria de diarreia. Ela também estava coberta de piolhos que provocavam coceiras constantes, ferindo sua pele.

Após apenas alguns dias no santuário, Daisy já está fazendo grandes progressos. Apesar dos danos na língua, a pequena cabra está aprendendo a comer erva, o que seus cuidadores chamam de milagre.

Daisy recebendo carinho
Foto: FARRM

Mesmo com um passado doloroso, Daisy é extremamente afetuosa e feliz. Ela adora saltar ao redor do jardim.

“Não é preciso dizer que Daisy está desconfortável agora, mas a FARRM está fazendo todo o necessário para garantir que ela se recupere do trauma que sofreu “, disse Melissa Foley, fundadora da FARRM, ao The Dodo.

Segundo ela, Daisy recebeu medicamentos e compressas quentes para ajudá-la a se restabelecer.

Daisy e o cordeiro cego Merlin
Foto: FARRM

Ela também está se curando emocionalmente. Outro residente do santuário é um cordeiro cego chamado Merlin, que acabou de conhecer Daisy. A equipe está confiante de que o par fará amizade logo.

É incrível pensar que sem uma grande sorte, Daisy nunca teria chegado até aqui. “Não costumamos ver animais da indústria da carne sofrerem esse nível de trauma e receberem uma segunda chance”, concluiu Foley.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo