Após resgate, filhotes com contaminação de sarna têm recuperação milagrosa

           

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Filhotes estavam com contaminação de sarna | Foto: The Dodo

Nos Estados Unidos, filhotes de cachorro em estado grave de saúde foram encontrados em uma operação de resgate realizada pela equipe protetora de animais Detroid Dog Rescue (DDR). Os bebês, além de possuírem várias feridas ao longo do corpo, estavam sem pelo e ardiam em febre por conta de uma contaminação de sarna.

A diretora executiva da instituição, Kristina Rinaldi, declarou que a contaminação foi a mais grave que já viu na vida: “Eu vi um monte de casos de sarna na minha carreira de resgate de cães, mas esta foi a pior sarna que eu já tinha visto. Os gânglios linfáticos estavam inchados, os olhos estavam inchados e a pele estava descascada”, de acordo com o The Dodo.

Para não se machucarem, filhotes eram vestidos com roupas de bebê | Foto: The Dodo

Os animais que foram encaminhados para uma clínica veterinária, por sorte ficaram sob os cuidados de profissionais especializados que tinham parceria com a DDR. Durante o transporte, dois filhotes faleceram. Os outros quatro que permaneceram em tratamento na clínica por doze semanas, foram apelidados de Wilbur, Petunia, Pinkie e Arthur. Constantemente os voluntários da DDR visitavam os animais.

Enquanto não estavam fortes e saudáveis o bastante para serem adotados, os cães que estavam em um abrigo, ganharam roupas de bebê para se aquecerem e não se machucarem, devido a falta de pelos. Oito meses mais tarde os animais estavam repletos de uma pelagem macia e brilhante.

O pelo dos animais cresceu depois de 8 meses | Foto: The Dodo

Depois de tanto sofrimento, Wilbur, Petunia, Pinkie e Arthur foram adotados por uma família e, apesar de seu histórico de saúde, eles estão saudáveis e aptos a ter uma vida normal.

Animais foram adotados após recuperação | Foto: The Dodo

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo