Elefanta supera passado cruel e apresenta seu filhote ao santuário que a resgatou

           

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Thinkstock
Thinkstock

A organização de resgate de elefantes David Sheldrick Wildlife Trust (DSWT) tocou o coração de seus seguidores depois de compartilhar outra história de sucesso: uma elefanta órfã visitou o santuário com seu bebê recém-nascido.

Em 2001, Thoma, a nova mãe, era uma pequena órfã que precisava desesperadamente de ajuda. Segundo o DSWT, sua família “experimentou uma vida de trauma e terror nas mãos dos humanos”. Depois de ficarem cercados por assentamentos humanos no Quênia, eles foram para um pequeno trecho de floresta e procuravam comida somente à noite, quando era mais seguro.

Suspeita-se que a pequena Thoma foi abandonada em meio ao caos depois que sua família foi pega vasculhando plantações. Quando os ativistas finalmente chegaram a ela, a elefanta estava à beira da morte e não estava claro se conseguiria sobreviver à viagem para sua nova casa.

Ela estava ferida e severamente traumatizada pelo que tinha acontecido, o que a deixara com tanto medo de seus novos cuidadores quanto dos outros elefantes resgatados pelo DSWT. Felizmente, com amor e paciência do projeto de órfãos da DSWT, ela finalmente se instalou com sua nova família.

Agora, seus cuidadores estão comemorando o nascimento de seu primeiro filhote, um pequeno menino que recebeu o nome de Thor.

“Foi um milagre o fato de podermos salvá-la quando era um filhote. Por isso, vê-la trazer seu bebê recém-nascido para conhecer aqueles que a ajudaram está além de qualquer palavra”, escreveu o DSWT.

De acordo com o grupo, seu programa de resgate conseguiu auxiliar mais de 150 elefantes e reintegrá-los em novas famílias na natureza, mas muitos ainda estão sob seus cuidados.

Acredita-se que Thor seja o 23º filhote de um dos elefantes órfãos ajudados pelo DSWT que agora vive na natureza, segundo o Care2.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo