Estudante vende rifa para custear tratamento de cachorro paraplégico em Jaboatão dos Guararapes (PE)

20
Divulgação

Ajudar parece ser a atividade preferida da mãe e do filho moradores do bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Após encontrar um cachorro paraplégico se arrastando nas ruas do bairro, a dona de casa Nadja Santos, 57, resolveu adotá-lo. Sem condições para manter o animal, a mulher e o filho, Marcos Santos, 25, estão vendendo rifas. O cachorro Negão precisa fazer uma cirurgia, além de tratamento, para conseguir voltar a andar normalmente.

“Ele estava se arrastando nas ruas do bairro, próximo a um supermercado. Ao vê-lo, minha mãe pegou um lençol e o trouxe para casa. Levamos para o veterinário e descobrimos que ele já tinha sido cuidado por humanos, mas pode ter sido abandonado nas ruas após um acidente de carro”, relata o estudante.

O cãozinho de quase 7 anos movimenta apenas as duas patas dianteiras. Além de sofrer com um princípio de cinomose (doença sistêmica que afeta vários órgãos), ele ainda precisa fazer uma cirurgia na coluna e, segundo médicos veterinários, pode voltar a andar normalmente após uma série de exercícios de fisioterapia e atendimentos de acupuntura.

Para custear as quase 40 sessões de exercícios e pagar por alimentos e medicamentos para o Negão, Marcos e Nadja precisam de ajuda. Como possível solução, criaram uma rifa para sortear um tablet doado por familiares e arrecadar a quantia de R$ 1.000, valor que pode pagar metade do tratamento de Negão.

“Precisamos muito de ajuda. Não temos muita condição e estamos fazendo o possível para ajudar ele. A rifa é vendida ao valor de R$2, mas também aceitamos qualquer tipo de ajuda”, esclarece Marcos. A cada atendimento, a família precisa desembolsar o valor de R$50, valor que parece maior para quem ainda precisa cuidar de mais seis animais.

Enquanto o problema de Negão não é resolvido de uma vez, “pequenas soluções” são tomadas para facilitar o dia a dia do animal. Uma cadeira de rodas adaptada em aço foi construída por um vizinho, a pedido de Nadja. “Hoje ele já anda, corre pela rua, mais do que um cachorro com movimentos completos”, conta entusiasmado o tutor.

Para ajudar e dar um final ainda mais feliz a essa história, basta entrar em contato pelo número (81) 98509-7377. Seja para comprar uma das rifas ao valor de R$2 ou realizar alguma doação ao pequeno Negão. O sorteio do tablet será no dia 30 de setembro.

Divulgação
Divulgação

Fonte: JC Online

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com