O Despertar

           

Átomos em constante ebulição, choque e explosão. Seres despertando para a verdadeira essência, de onde viemos, quem somos, do que somos feitos e qual é nosso legado no planeta em que vivemos. Vivenciamos muitas verdades, muitas opiniões, muitos apontamentos, mas poucas atitudes, pouco respeito e esquecemos de ser exemplo para nossa própria transformação.
Ficamos cegos diante ao processo sistemático e consumista ao qual fomos condicionados, a colisão entre seres de diferentes estágios de consciência se torna uma guerra externa, mas sinto que o conflito é muito mais interno pelo processo de despertar.Despertar para essência de que todos os seres sencientes tem o mesmo direto de viver, evoluir e transitar assim como nós seres humanos.
Se pensarmos que há pouco mais de cem anos atrás, parte da população humana era escravizada para atender o poder e as necessidades de grandes famílias, que achavam estar no topo da cadeia. Hoje não temos mais escravidão explícita e legalizada como era natural antigamente. Sinto o mesmo momento e despertar da humanidade por algo similar, porém conflitante em inverter a roda do condicionamento ao qual fomos criados.
Muitas vezes nesse processo o ego grita, o julgamento é grande e a falta de respeito no processo de transformação de cada um se torna um peso. Dentro da minha experiência, o fato de permear pelo sistema, ter passado por grandes indústrias de consumo, conseguindo ser um exemplo na contra mão, me deram esperança de que estava fazendo a minha parte para salvar o planeta. Sinto todos os seres iguais, em suas frequências, energias, papéis e sentimentos compartilhado em uma grande esfera ao qual todos estamos inseridos.
Cada um com a sua verdade, meu desejo é que o ser humano em primeiro lugar respeite a si mesmo, seu próximo, para compreender o processo de ebulição e transformação interna. O conceito de que todos somos um vai além do que você come, do que consome e do quanto a sua verdade é relevante para o outro. Muitos apontamentos não levam a caminho algum, sendo que o exemplo baseado na humildade pode salvar muitas vidas.
O assunto veganismo, sacrifício animal, incomoda muita gente não apenas pelo fato de deixar os animais livres, deixar de comer carne, abrir os olhos para o processo que envolve esse mercado e as grandes indústrias, mas sim mudar um padrão de consciência e vibratório qual fomos condicionados, sendo que não é o que somos em essência. Exige atenção com o seu dia a dia, seu corpo, sua mente, sua saúde, seu ego, sua zona de conforto e todos os seres que estão a nossa volta. Desperte!

image1
Divulgação

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo