Após viver dez anos acorrentado, cão ganha nova chance

           

(da Redação)

Foto: Vimeo/Jared Piper
Foto: Vimeo/Jared Piper

Rusty não parecia doce ou brincalhão quando Jared Piper o viu pela primeira vez. Ele costumava ficar acorrentado em um quintal em Phoenix, no Arizona (EUA), onde latia para todas as pessoas que passavam, o dia todo. Mas um dia Jared decidiu parar e dizer “oi”. Jared descobriu que Rusty era apenas solitário, e desejava profundamente alguma atenção humana. Ele passou a parar em frente ao quintal todos os dias, e Rusty tornou-se mais e mais amigável, balançando a sua cauda e colocando a cabeça entre a cerca.
Foto: Vimeo/Jared Piper
Foto: Vimeo/Jared Piper

Mas as condições de Rusty eram deploráveis: Jared nunca havia visto o cão sem que estivesse preso na corrente. Ele tinha moscas por todo o seu corpo e um tumor em sua barriga. Jared sabia que ele tinha que tirar Rusty de lá e levá-lo para algum local seguro. As informações são do site The Dodo.
Um dia, quando Jared parava para ver Rusty e brincar com ele, sua tutora saiu da casa. Ela contou para Jared que Rusty estava acorrentado há um tempo, entre 10 e 15 anos.
Jared disse, então, que não iria embora sem Rusty. Inicialmente ela resistiu, dizendo a Jared que Rusty poderia mordê-lo ou atacá-lo, mas ele foi insistente.
Finalmente, ela entregou a corrente para Jared e os dois saíram juntos. Rusty não o mordeu como a tutora supôs; ele estava apenas assustado – e caminhava triunfante ao lado daquele que foi o seu salvador.
Foto: Vimeo/Jared Piper
Foto: Vimeo/Jared Piper

No veterinário, a coleira de Rusty teve de ser cortada, uma vez que não tinha sido manipulada ao longo de tantos anos.
Embora Rusty tivesse começado a ter contato com novos locais e novas pessoas, ele não se comportou de forma defensiva ou agressiva. Ele recebia a tudo como se estivesse completamente pronto para uma nova vida.
Foto: Vimeo/Jared Piper
Foto: Vimeo/Jared Piper
E então Rusty desfrutou de seu primeiro banho. Foi preciso muito tempo para que fossem retirados a sujeira e o óleo de motor que haviam se solidificado em seus pelos. Jared não poderia adotar Rusty, mas ele providenciou um local temporário onde ele ficaria enquanto se procurava um lar definitivo. Nesse meio tempo, Rusty recebeu todo o cuidado médico de que necessitava e tornou-se um cão saudável e feliz. Não demorou muito para que, surpreendentemente, Jared encontrasse a família perfeita para Rusty. Uma casa grande com um imenso jardim no qual ele poderia correr, humanos amorosos e muitas irmãs e irmãos caninos. Era basicamente o paraíso para Rusty.
Rusty provavelmente não tinha ideia do que ele estava perdendo nos dez anos ou mais em que ele viveu acorrentado em um quintal sujo, mas assim que experimentou o gosto pela boa vida, ele ficou viciado.
Foto: Vimeo/Jared Piper
Foto: Vimeo/Jared Piper

Agora ele tem tudo o que um cão merece – um lar feliz e amoroso. E isso porque alguém prestou atenção nele, alguém de fato olhou para ele, e parou para verificar a sua situação de cão acorrentado no quintal de uma casa estranha.
Nenhum cão deveria passar a vida preso ao relento – cães precisam de interação com humanos para o seu senso de segurança e comunidade; eles precisam do nosso amor.
Foto: Vimeo/Jared Piper
Foto: Vimeo/Jared Piper

Veja o vídeo completo:

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo