Negócios com primatas

           
Divulgação
Divulgação

Durante o debate nos Estados Unidos pelo destino de centenas de chimpanzés que o NIH (Instituto de Saúde Norte-Americano) anunciou que estava aposentando – eles encontram-se espalhados por mais de uma dezena de centros de tortura médica -, a Faculdade de Veterinária da Universidade do Texas, em Bastrop, lançou a ideia de ser classificada ela mesma como um ‘Santuário”, pois tinha dezenas de chimpanzés que já não usava e os mantinha vivos.

Por que esta Faculdade que durante anos torturou chimpanzés inoculando-os com toda uma série de doenças e produtos químicos quer ser benemérita com todos aqueles inocentes torturados anos a fio?

No Capitalismo tudo se resume ao custo/ benefício. Quando estivemos na Faculdade, mais de 10 anos atrás, estavam construindo alguns domos de aço que eram grandes gaiolas, para manter os chimpanzés em segurança e pensando em muitos anos na frente. Talvez eles já enxergavam o que poderia acontecer. Os chimpanzés seriam aposentados, não seriam mais úteis para a pesquisa biomédica e no lugar de sacrificá-los, como se fazia 50 anos atrás, o negócio era mantê-los vivos, ao custo menor possível, para seguir usufruindo a diária que o NIH pagava pelos chimpanzés de propriedade do Governo, que eram mantidos em mãos privadas.

Consideremos que a diária que o NIH paga os ex-centros de tortura é de mais de 50 dólares por dia; em um ano cada chimpanzé mantido vivo gerou mais de 20.000 dólares de custo para o Governo. O ex-centro de tortura, como essa Faculdade de Veterinária, não gasta mais de 10 a 15 dólares em alimentação e cuidados para manter cada primata. O que sobra é puro lucro.

Após fazer estes cálculos simples e multiplicá-los pelas centenas de chimpanzés nesta situação, se entende porque o NIH não se interessa em expandir o Santuário de Chimp Haven, alegando que não tem dinheiro, e prefere continuar sustentando os chimpanzés supostamente aposentados nas instalações atuais, convertendo-as em suas prisões por toda a vida.

O NIH não tem dinheiro para construir um Santuário, mas tem dinheiro para pagar diárias polpudas aos ex-torturadores de chimpanzés, que continuarão explorando a existência daqueles inocentes após fazê-los sofrer toda uma vida.

A caixa preta do NIH deve ser investigada pelos órgãos de controle Norte-Americano, porque milhões de dólares que fariam a felicidade de centenas de chimpanzés são dilapidados entre humanos de espírito mesquinho, que têm convertido a pesquisa biomédica com primatas num excelente negócio para todos os envolvidos.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo