Deputados petistas cobram explicações sobre morte de peixes do aquário

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) sugeriu na sessão de hoje que a primeira agenda da Comissão de Acompanhamento de obras do Aquário do Pantanal deve ser uma visita ao local onde os peixes estão armazenados.
“A comissão tem que criar uma agenda de ações em cima dessa questão. Na reunião será definida a presidência e a relatoria, mas precisamos visitar o local onde os peixes estão armazenados diante da morte dos animais”, explica.
Amarildo também informou que solicitou, via requerimento, informações detalhadas a respeito do que o governo pretende fazer com o Aquário e com os peixes, além das atual condição de armazenamento. “Precisamos analisar como se deu a ocorrência da mortandade de peixes”.
Segundo a empresa Anhanbi Ambiental, responsável pelo espaço onde os peixes estavam armazenados, informou na semana passada que dez mil peixes morreram de frio. A obra do Aquário do Pantanal, segundo atual governo, já custou aos cofres públicos mais de R$ 170 milhões e foi retomada há cerca de dois meses depois de passar por ampla auditoria externa.
Investigação
Hoje, o deputado federal Zeca do PT protocolou na 29ª Promotoria de Justiça de Campo Grande pedido de apuração de possível crime ambiental diante os fatos ocorridos na última semana.
“Já protocolamos diversas representações com denúncias referentes ao Aquário do Pantanal. Desde fraudes em licitações, favorecimentos em consultorias, superfaturamento na obra, que inicialmente era orçada em R$ 87 milhões e hoje já consumiu mais de R$ 300 milhões. Agora mais de 10 mil peixes, cujo investimento foi de mais de R$ 5 milhões morrem de uma hora para outra? Isso tem que ser investigado, e os culpados responsabilizados por este crime contra o meio ambiente e contra o bolso dos sul-mato-grossenses”, diz Zeca.
No dia oito de junho, o MPE (Ministério Público Estadual) instaurou inquérito civil nº 26/2015 com o objetivo de apurar eventual ocorrência de irregularidades envolvendo o licenciamento ambiental da obra, a captura, o manejo e a guarda das diversas espécies de peixes destinados à exposição no Aquário do Pantanal.
Nota da Redação: aquários são verdadeiras prisões de animais, que pagam por crimes que nunca cometeram. São sentenciados a viver aprisionados em locais considerados minúsculos se comparados a imensidão de seus habitats naturais. E a melhor forma de impedir que mortes como essas aconteçam é parar de frequentar esses locais, pois é pagando pelo ingresso do aquário que se mantém tanto sofrimento.
Fonte: MS Notícias

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com