Festival de carne de cachorro começa na China

Por Marcela Sini do Prado (da Redação)

china

No dia 21 de junho, cerca de 10.000 cães serão comidos por pessoas em Yulin, uma região autônoma em Guangxi Zhuang. Eles serão cozidos em um caldeirão quente e devorados, enquanto um forte licor será bebido pelos habitantes locais, que celebram a tradição. As informações são do Yahoo UK News.

De qualquer modo, mais de 40 especialistas, incluindo advogados, ativistas dos direitos animais e professores têm declarado que o festival não só prejudica a imagem da China, como também é ilegal e deve ser banido. De acordo com a agência de notícia chinesa Xinhua, o advogado Li Weimin disse que a maioria da carne canina trazida e vendida no festival provém do mercado negro.

Acredita-se que a maioria dos cachorros seja de estimação ou retirada das ruas. Os fornecedores então os compram por cerca de nove yuan e os vendem por 25. As pessoas que roubam os cães conseguem o maior rendimento de todos, disse a agência.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Alguns dos criminosos que os roubam violaram a lei ao usarem armas para causar danos físicos aos moradores, a fim de que lhes entregassem os cães,” Li declarou. O advogado de direitos animais An Ziang disse que não há fazendas de cachorros ou matadouros legais por lá. Os especialistas afirmam que negócios relacionados à carne canina são ilegais.

Equipes médicas foram proibidas de atender no festival pelas autoridades de saúde de três hospitais locais: “De acordo com a ordem oficial emitida pelas autoridades competentes, grupos hospitalares estão proibidos de comer carne canina em barracas, restaurantes ou hotéis nos distritos de Yudong e Fumian,” foi reportado.

Conforme o South Morning China Post, restaurantes locais receberam a ordem de cobrirem a palavra “cachorro” em cardápios para evitar manifestantes: “Agências de segurança alimentar disseram-nos para modificar nossos letreiros devido à objeção de certos amantes de cachorros,” declararam alguns membros da equipe.

Neste ano, além de uma petição pública, muitas celebridades também trabalham como ativistas contra o evento. A atriz Sun Li publicou fotos de seu filho com seu cachorro abandonado adotado. Já a atriz e cantora Yang Mi publicou uma imagem de um cachorro derramando uma lágrima vermelha. “Por favor, não nos coma. Nós somos seus amigos” é a legenda da foto.

 

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com