UE e FAO promovem programa de reforço à saúde animal no país

           

Um financiamento da União Europeia, gerido pela FAO, está a promover um programa de reforço da saúde dos animais criados em Angola, sobretudo, nas províncias do sul do país, para afastar a fome e a pobreza.

O assunto, que está ser discutido por especialistas angolanos e estrangeiros, aborda, igualmente, o combate à raiva em todo o território nacional.

A informação foi prestada quarta-feira, 18/06, em Luanda, à RNA, pelo oficial principal da FAO em saúde animal, Catin Cadebalogue, que revelou que o projecto denomina-se “Sanga”.

“É um projecto de saúde animal para reforçar as estruturas veterinárias no país. Muitos produtores têm os animais para a sua sobrevivência e subsistência, então, uma doença que afecta os animais, geralmente, tem um impacto muito grande para estas pessoas”, informou.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores

Fonte: Canal A

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo