Carnaval também é época de maus-tratos contra animais

           

(da Redação)

Roupa de destaque da X-9 com penas de faisão
Roupa de destaque da X-9, de 2012, com penas de faisão

Os desfiles das escolas de samba atraem visitantes do mundo inteiro, encantados com o samba e as cores das fantasias. Poucos se questionam sobre a origem de tantas plumas e penas que adornam os corpos das musas dos desfiles. As informações são do portal RFI.

Fantasia de rainha de bateria do carnaval 2011 com 700 penas de faisão
Fantasia de rainha de bateria do carnaval 2011 com 700 penas de faisão

Daniele de Miranda, coordenadora da União Libertária Animal, uma entidade do Rio de Janeiro, afirma que as escolas ainda não abrem mão destes adereços, símbolos do carnaval. “As alas comuns já usam penas e plumas artificiais. O problema está nas rainhas e madrinha de bateria, que precisam de fantasias mais luxuosas, glamourosas. Como elas saem na mídia, buscam os materiais mais nobres, de origem animal, como o faisão ou o avestruz”, explica.

O Brasil é um dos maiores importadores mundiais do produto, graças ao Carnaval. Daniele explica que a técnica para arrancar as penas e plumas provoca sofrimento nas aves, e as deixam expostas ao sol e a infecções.

“Eles usam a técnica de zíper para retirar as penas, ou seja, puxam para arrancá-las. Os avestruzes são criados artificialmente, mantidos em confinamento e vivem aproximadamente 40 anos, durante os quais têm uma retirada anual das plumas”, diz Daniele. “As pessoas não pensam muito na procedência das penas, e quando tocamos no assunto elas dizem que as penas caem naturalmente. Não é nada disso: é uma indústria.”

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo