Audiência discutirá denúncia sobre morte de cães na Ilha de Marajó (PA)

           
Foto: Reprodução/ Aragonei Bandeira
Foto: Reprodução/ Aragonei Bandeira

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realiza amanhã (20) audiência pública para discutir denúncia sobre a captura e morte de 200 cães em situação de rua no município de Santa Cruz do Arari (PA), localizado na Ilha de Marajó. Segundo a denúncia, os cães teriam sido mortos após serem capturados por servidores municipais e enviados para a zona rural da cidade.

O caso foi denunciado no final de maio, quando o Ministério Público do Pará passou a apurar se houve maus-tratos contra animais; e se houve uso de dinheiro público na ação, o que caracterizaria improbidade administrativa.

“Entidades de defesa dos direitos dos animais coletaram mais de 100 mil assinaturas em abaixo-assinado que será encaminhado ao Ministério Público. O documento pede que os responsáveis pela morte dos animais sejam punidos”, disse o deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que solicitou a audiência.

Segundo informações divulgadas pela imprensa, o Ministério Público já constatou que o prefeito de Santa Cruz do Arari, Marcelo Pamplona (PT), é reincidente em ordenar a caça de cães. O prefeito teria reconhecido que fez a captura dos cachorros, mas negou que tivesse matado os animais. Os cães teriam sido levados para a zona rural porque estariam causando a proliferação de doenças na cidade.

Também sugeriram o debate os deputados Sarney Filho (PV-MA) e Antônio Roberto (PV-MG).

Foram convidados para a reunião:

– o prefeito de Santa Cruz do Arari, Marcelo Pamplona;
– um representante da Procuradoria-Geral da República;
– um representante da Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Pará;
– o denunciante Aragonei dos Santos Bandeira.

A audiência será realizada às 10h30, no Plenário 8.

Fonte: O Repórter

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo