Vegetariando por Buenos Aires: do tango ao rango. Parte I

           
Foto: divulgação
Sejam todos bem-vindos à nossa coluna, Vegetariando por aí! Aqui vocês encontrarão como é possível e gostoso fazer um turismo de maneira ética e libertadora. Em nosso primeiro artigo, gostaríamos de compartilhar com vocês uma recente viagem que fizemos no início de janeiro deste ano para um lugar, que é muito conhecido por manifestações e ótimas comidas. Estamos falando de Buenos Aires.  Ficamos 5 dias nessa terra e em pouco tempo conseguimos descobrir ótimos lugares e motivos para visitar a capital argentina.
Assim que chegamos, andamos por uma das ruas mais conhecidas da cidade, a Calle Florida. Lá mesmo, encontramos um resturante vegano que nos encantou, o Picnic. Se você estiver com pressa e precisa de um lanche rápido ou se quiser parar para aproveitar a vista, esse é o lugar! O Pic Nic oferece isso tudo sem perder a qualidade dos pratos e sanduiches. É um restaurante e lanchonete, com três andares e uma decoração linda e aconchegante, colorida e com sofás e poltronas. Lá, pedimos sanduíches bem diferentes com papas fritas, um frappe e um suco mistureba. Sinceramente, não lembramos exatamente de que era nada, só da delícia que era!
Na volta para o hotel, o calor do verão de Buenos Aires acabou nos levando a Freddo, sorveteria tradicional Argentina! Eles possuem opções sem leite, é só perguntar. Nesse primeiro dia, as opções veganas eram o de limão e o de morango. Em um outro dia, a opção vegana era o de maracujá. Uma delícia sem igual!
No segundo dia compramos um bilhete de 48 horas no Bus Turístico, que fica na Florida com a Corrientes. Há que se chegar cedo para conseguir tickets, pois acabam antes de chegar o primeiro ônibus. Só é possível comprar tickets do dia e só aceitam pesos. Esse passeio é o melhor a se fazer quando se está pela primeira vez na cidade. Você viaja tranquilo por praticamente todos os pontos importantes. Pode fazer o trajeto completo ou parar em um dos pontos para aproveitar a cidade e esperar outro Bus, que passa em intervalos de 20 minutos.
Paramos então no estádio La Bombonera, no bairro de La Boca, que deu nome ao time de futebol mais famoso da Argentina. Lá, fizemos a visita guiada, que valeu muito a pena para saber das muitas histórias do time e do estádio, e explorarar vários cantinhos especiais, como a arquibancada geral do 12. Para essa visita, reserve uma hora e meia do seu dia.
Saindo da Bombonera, fomos procurar pelo Restaurante Bio, que foi muito bem indicado. Confessamos que o Bio, localizado em Palermo Viejo, fica um pouco longe do Centro e dos pontos do Bus Turístico. Para quem não gosta de uma caminhada pode parecer um sacrifício, mas garantimos que tudo isso vale muito a pena para quem adora saborear um belo prato vegano. Ele é bem pequeno e charmoso. Apesar de não ser vegano, pois está caracterizado como restaurante natural orgânico, tem no cardápio indicando o que é vegano, que é a maioria dos pratos. Pedimos um risoto indiano (com curry) e cogumelos à baiana (ao molho de leite de coco), sempre acompanhados de salada. Um prato simples na sua apresentação, mas de sabores incríveis. Vale pedir a sobremesa de torta crudívora de chocolate com framboesas. Realmente nos surpreendeu a sofisticação de sabores.
Para fechar o dia, compramos de um agente na Florida, um pacote de show de Tango com translado. Fica mais em conta que comprar direto com a casa pela internet, e ainda tem a segurança e comodidade de uma van te pegar no hotel. Tem a opção de incluir bebidas e jantar no valor também. Preferimos não arriscar, por acabar não encontrando opção vegana no cardápio da casa, mas você pode optar pelas saladas e ainda tem as bebidas. Também é interessante conversar com o garçon sobre pratos veganos, para eles preceberem a demanda por isso. Escolhemos um tango tradicional de uma casa tombada como patrimônio cultural na Esquina Homero Manzi. Lugar aconchegante, ótimo atendimento e envolvente espetáculo de dança e música com tango e milonga. Fechamos o dia felizes nessa terra famosa pelos cortes de carnes, mas agora, cheirando a aromas frescos de frutas, grãos, café, folhas, flores e muito amor! Bem melhor, não?
No próximo artigo, continuaremos pela nossa viagem sensorial a Buenos Aires, com muito mais dicas, lugares e sabores.
Serviço
Picnic
Endereço: Calle Florida com Diagonal Norte, Micro Centro de Buenos Aires
Preço: Cerca de 50 pesos por pessoa.
Bio Restaurante
Endereço: Humboldt 2199, Palermo Viejo, Buenos Aires – Argentina
Preço:  Cerca de 70 pesos por pessoa.
Freddo
Endereço: Calle Florida com Plaza San Martín (mas há diversas lojas Freddo, como a que fica em frente ao Cemitério da Recoleta)
Preço: Cerca  de 10 pesos por pessoa

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo