Incêndio em aviário mata 7.000 pintinhos em Portugal

Cerca de 7.000 pintinhos morreram hoje de madrugade num incêndio deflagrado num aviário da localidade de Santa Cruz da Trapa, concelho de S. Pedro do Sul, Portugal, segundo informações dos bombeiros.
As aves tinham sido recebidas na passada quinta-feira e deveriam ser posteriormente vendidas, revelou fonte dos Bombeiros Voluntários de Santa Cruz da Trapa, corporação que mobilizou para o local 16 elementos.
O incêndio teve início por volta das 4h30, por causas ainda desconhecidas, destruiu parte da cobertura do edifício e matou todas as aves aí existentes, por efeito da fumaça e calor.
As chamas foram extintas meia hora depois e os trabalhos de combate no local foram considerados terminados pouco depois das 6h.
Fonte: DN Portugal
Nota da Redação: Mais triste do que saber que essas aves morreram em decorrência do calor é imaginar que ela não tiveram a menor chance de fugir e buscar salvar suas vidas por estarem confinadas, à espera do seu implacável abate. Tal tragédia não teria acontecido se elas não fossem exploradas numa cadeia de sofrimento e morte, apenas para servirem aos seres humanos que consomem produtos de origem animal. De qualquer forma seriam mortas, seu triste destino não seria  outro. Estes animais já nascem condenados. O veganismo é a única opção para que os animais fiquem livres de tamanha crueldade.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com