Cão morre atropelado após ser forçado a ingerir LSD nos EUA

           

Por Patricia Tai (da Redação)

Na foto, o cãozinho Oscar (Reprodução/The Smoking Gun)

Um casal foi preso recentemente depois de terem sido vistos correndo nus em uma estrada na Geórgia, EUA, sob o efeito da droga LSD. Eles disseram que deram a droga também ao seu cão, Oscar. O animal infelizmente acabou morrendo atropelado por um carro, segundo relatório policial. Segundo informações do jornal The Smoking Gun, o cão havia sido adotado no dia 25 de outubro, em um abrigo de animais.

Testemunhas disseram aos oficiais do Departamento de Polícia de Snellville que viram Nicholas Modrich, de 25 anos, completamente nu, correndo com Jaime Hughes, da mesma idade, que estava nua da cintura para cima. No momento em que os policiais chegaram, o casal voltou para uma residência na Estrada Pinehurst, onde Modrich atendeu a porta “muito agitado”, quando a polícia bateu.

A residência, conforme a polícia observou, estava “em desordem”, com sangue no carpete da sala, dinheiro espalhado no chão, e um saco grande que parecia ser de maconha em uma mesa. A polícia também informou que a casa estava cheia de garrafas de cerveja, um tubo de água, e uma balança digital.

Nicholas Modrich e Jaime Hughes em foto divulgada pela polícia (Foto: Reprodução)

Questionada se eles haviam feito uso de drogas, Hughes disse que o casal havia usado ácido mais cedo. Ela também repetidamente perguntava sobre o paradeiro de Oscar, seu cão de pelo longo da raça Dachshund.

Uma vez que eles pareciam profundamente sob a influência da droga, Modrich e Hughes foram transportados de ambulância para um hospital local. No caminho, eles disseram a um policial de Snellville que “tinham dado ácido para seu cão.” A dupla também confessou que “tinha tomado ácido, fumado maconha e ingerido bebidas alcoólicas no início do dia.”

Enquanto os policiais ainda estavam na casa da Estrada Pinehurst, a mãe e o irmão de Modrich chegaram na residência com Oscar, o cão. Mary Modrich relatou que ela tinha recebido uma chamada que Oscar havia sido atropelado por um carro, e que ela pegou o cachorro para devolvê-lo à casa de seu filho.

Modrich e Hughes foram acusados de conduta imprópria e atentado ao pudor. Mas ambos podem enfrentar ainda condenação pelo uso de narcóticos e ter que pagar multas por crueldade contra animais, após a sua liberação da Eastside Medical Center.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo