Morre égua que foi espancada e perfurada no ânus por crianças

           
carroça
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Recolhida no dia 20 de setembro para um abrigo da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), a égua que foi vítima de maus-tratos no bairro Mario Quintana, zona norte de Porto Alegre, não resistiu e morreu devido a uma septicemia (infecção geral). Segundo a veterinária Rochele Oliveira, 32 anos, o animal já chegou morto ao abrigo, ainda na tarde de terça-feira (20).

Veterinária relata que égua chegou morta ao abrigo (Foto:Ronaldo Bernardi / Agencia RBS)

– Ela teve uma perfuração no reto, que causou a morte por septicemia, e também estava desidratada e anêmica – relata a veterinária.

égua
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Debilitada devido ao abandono, a égua caiu em um matagal ainda na segunda-feira e foi espancada por algumas crianças da região, que ainda introduziram um objeto perfurante no reto do animal. A crueldade emocionou e mobilizou membros da comunidade, que passaram o 20 de setembro dedicados a tratar e alimentar o equino no Parque Chico Mendes.

Fonte: Zero Hora

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo