Mulher ensina linguagem de sinais para cadela surda

           
Pela expressão Lynne, dá para sacar que ela está feliz. E pela expressão de Snowy, parece que ela não ouviu direito. Foto: Reprodução/ R7

Lynne Chapman, uma inglesa da cidade de Manchester, adotou Snowy, uma simpática cadelinha branca, há quatro anos em um abrigo de animais.Antes da adoção, ela sacou que a cadela não vinha quando ela chamava.

Não que Snowy fosse desobediente – ela simplesmente não podia ouvir.

Assim que a surdez de Snowy ficou comprovada, Lynne teve uma ideia maluca. Ela pediu emprestado um livro que ensinava a linguagem de sinais, utilizada pelos surdos-mudos e, com toda a paciência do mundo, passou a ensinar alguns comandos para a cadela.

Agora, Snowy já sabe reconhecer os sinais que indicam que é hora de comer, de ir pra casa, de ir para cama e muitos outros. Lynne está orgulhosa do progresso que fez.

“Se as pessoas que têm dificuldade de audição precisam se comunicar através de linguagem de sinais, eu não vejo razão pela qual um cão não consiga aprender também e minha Snowy aprendeu aos saltos”.

Fonte: R7

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo