Gato sobrevive após ser cruelmente queimado

           

Por Natalia Cesana  (da Redação)

Foto:Baltimore Animal Rescue and Care Shelter (BARCS)

Um filhote de gato, em East Baltimore, nos EUA, ficou gravemente queimado depois que alguém ateou fogo em seu corpo, segundo informou o jornal The Baltimore Sun.

De acordo com funcionários do Departamento de Abrigo e Resgate Animal de Baltimore, na última terça-feira(2) dois homens viram um gato em chamas em uma avenida. O gatinho, que é preto e tem aproximadamente cinco meses de idade, cheirava a fumaça e tinha ferimentos em todo o dorso e na barriga.

“Eles viram o gato correndo em chamas, mas o animal rolou pelo chão e o fogo foi apagado”, disse Jennifer Brasuse, diretor executivo do departamento de resgate. “Os homens o pegaram e o contiveram até que a polícia pudesse chegar.”

De acordo com o diretor, o gatinho provavelmente perderá as orelhas e a pele cairá. Brause pede ainda que quem tiver informações sobre o crime, ligue para a polícia.

Este é o terceiro gato que é queimado em Baltimore este ano. Em fevereiro, dois jovens foram acusados de várias crueldades contra animais, depois que embeberam uma gata em período de amamentação com fluído de isqueiro e puseram fogo nela.

E, 31 de maio, um gatinho de 12 semanas também foi incendiado no Parque Heights. Ninguém foi preso.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo