Cão é abandonado agonizando em Maringá (PR)

Cão foi filmado agonizando na rua (Imagem: odiario.com)

O abandono de um cão, no Jardim São Silvestre, causou indignação em um morador da Rua Pioneiro Celeste Fadel, 94, em Maringá, no PR. O lixador de pisos de madeira, Antonio da Cunha Melo, 58 anos, entrou em contato com a Ouvidoria da Prefeitura (pelo 156) às 11 horas desta segunda-feira (13) e, às 15 horas, nenhuma providência havia sido tomada.

Aparentemente bem cuidado, o cão foi solto em frente à casa de Melo na madrugada de domingo para segunda e, desde então, permanece no local com espasmos e latidos de dor. O morador, que se recupera de uma pneumonia, tendo recebido alta no Hospital Municipal na manhã desta segunda, diz que não tem condições físicas de cuidar do animal.

Com o protocolo do atendimento da Ouvidoria em mãos, o morador cobra a presença do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) no local.

O lixador de pisos suspeita que o cão tenha contraído cinomose, doença altamente contagiosa que ataca o sistema nervoso dos cães, causando espasmos. “Tive um cachorro com essa doença”, lembrou Melo. “Se for cinomose, como eu estou pensando, vão ter de sacrificá-lo”, acrescentou.

O desespero do cão foi registrado em vídeo:

Fonte: O Diário

Nota da Redação: Abandonar um cão agonizando na rua é crueldade pura e crime previsto pela lei. O comportamento de quem é capaz de omitir socorro, permanecendo indiferente à dor e ao sofrimento de um animal que visivelmente precisa de ajuda, é sadismo e tão cruel quanto o ato do abandono.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com