Zoonoses retira mais 13 animais mortos de morro em Ribeirão Preto (SP)

           
Oito gatos, quatro gambás e uma cadela, que estava desaparecida desde o último domingo, foram encontrados mortos na tarde de ontem, nas imediações do no Morro do São Bento. Outros 12 gatos continuam desaparecidos.

Até ontem, 39 animais foram mortos, com suspeita de envenenamento. Funcionários do bosque estão em estado de alerta, já que alguns deles, como o pavão, transitam entre a mata do morro e o Bosque Municipal Fábio Barreto.

Funcionário do CCZ Manoel Soares recolhe a cadela morta. Foto: Matheus Urenha / A Cidade

Segundo a Polícia Civil, a matança ocorreu no domingo, durante ou depois de um evento artístico realizado no Teatro de Arena.

O chefe do bosque, o zootecnista Alexandre Gouvêa, disse que a varredura por mais vítimas ainda continua hoje, já que uma das mulheres que alimentam os gatos disse que outros 12 estão desaparecidos.

Os animais encontrados ontem foram descartados pelo Centro de Controle de Zoonoses. Os corpos estavam embaixo de pedras, em caixas de energia, depressões e buracos. De acordo com Gouvêa, a presença de moscas e o cheiro forte dos animais contribuíram para que os corpos fossem encontrados.

Os suspeitos podem responder por crueldade contra animais e podem pegar mínimo de um ano de prisão. A pena aumenta conforme o número de vítimas.

Fonte: Jornal da Cidade

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo