Cachorros são sequestrados em Holambra (SP)

           

Roberta Goldfarb
rogold@uol.com.br

Dois filhotes de cachorros foram levados por bandidos durante assalto a uma residência na cidade de Holambra, região de Campinas, nessa terça-feira, 5 de abril, por volta das 12h30. Esse tipo de roubo não foi o primeiro na região e está registrado na Delegacia de Holambra.

Fêmea sequestrada em Holambra.

As câmeras de segurança da residência registraram os momentos do assalto em que os bandidos levam os cachorrinhos, e pertences materiais como computadores, eletrodomésticos e mais. O casal proprietário da casa tinha adotado o casal de filhotes há 2 (dois) dias por intermédio de um projeto de proteção animal, e estão desesperados em busca dos filhotes.

Macho sequestrado dia 5 de abril.

O casal é muito amoroso, sem filhos, e vive em Holambra. Eles iriam adotar um filhote, mas acabaram levando um casal (para que um fizesse companhia ao outro). Pareciam um casal saindo da maternidade com seu lindo casal de gêmeos.

Peço ajuda na divulgação desse lamentável ocorrido para que o casal recupere os filhotes e também para cessar o crescimento de eventos criminosos do tipo: o roubo e o sequestro de cachorros é cada vez mais comum na região de Campinas. Pedimos, por favor, que nos ajudem, se possível. E nos colocamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Contatos (adotantes dos animais roubados):
Luis – luis.h@terra.com.br / (19) 8112-6838
Adriana – ABERTONI@jfsp.jus.br / (19)9131-6527

Contato Delegacia de Holambra:
(19) 3802-1677
B.O. – 196/2011, delegado – Marcelo Grandinetti Adelino.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo