Protetor pede ajuda para dezenas de gatos que vivem em casa imunda em Florianópolis (SC)

           
Cesário Simões
cesario.simoes@gmail.com

Ontem, após receber um B.O. estivemos na casa de outro irresponsável, no centro de Florianópolis (SC), que está criando um novo problema de saúde pública e maus-tratos contra animais, a exemplo da Zelka Sepetiba. São dezenas de gatos que se proliferam no meio da imundície, todos doentes, os filhotes caindo do telhado e agonizando até morrer diante da insensibilidade do irresponsável e indignação dos vizinhos, pois não deixa ninguém entrar na casa.

Ontem conseguimos pegar os filhotinhos (muitos agonizando) e os gatos adultos. Ele se negou a nos deixar leva-los para castrar, telefonou para um vereador que o instruiu a não nos deixar entrar, fotografar e retirar os animais. Quando eu conseguir descobrir quem é esse tal vereador, divulgarei o nome.

Vou mandar o caso para a 1ª DP, para a Vigilância e o Ministério Público, mas no momento preciso de ajuda para alimentar os 14 bebês de 25 dias que não comem sozinhos. Nós ficaremos com eles, só precisamos de babás para pelo menos 10 dias, dando mamadeira. Quando começarem a comer sozinhos podem nos trazer para doação. Não vamos dar conta, ontem um já morreu de fraqueza. É urgente.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo