Aumenta a procura por condomínios com espaços para recreação de animais

           
"Pet Walk" é uma das opções para quem procura bom atendimento para seu animal (Foto: Reprodução/Jornal Coletivo)

Animais fazem parte do cotidiano de 44% dos lares brasileiros, segundo a pesquisa do Radar Pet 2009, divulgada pelo Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan).  No mercado imobiliário alguns empreendimentos veem nessa informação uma oportunidade de negócio. Para atingir este nicho, as construtoras investem em espaços específicos para animais, muitos deles com pessoal especializado, como veterinários e sanitarista.

Um dos problemas nas relações dos moradores de condomínio é a convivência entre pessoas e animais. Num ambiente onde moram famílias heterogêneas que gostam ou não de animais, as empresas do setor imobiliário proporcionam a boa convivência com espaços reservados para os animais.

Nos grandes centros, a busca pela segurança é um dos pontos principais na escolha do local de moradia. Os condomínios-clube oferecem oportunidades de lazer, entre conveniência e entretenimento. Um desses itens são os espaços destinados a animais domésticos. O nome pode variar: pet care, pet walk, space dog, pet garden, pet place ou pet space. “Em nome da segurança dos filhos, os pais acabam procurando locais onde possam sair com seus animais sem precisar deixar o condomínio. Esses espaços proporcionam essa segurança”, esclarece Benedito Abbud, arquiteto e paisagista. Seu escritório foi contratado pela Brookfield Incorporações para o projeto paisagístico do empreendimento All. Ele compreende que esses espaços, além de oferecerem conforto e tratamento adequado aos animais, promovem a sociabilização entre os moradores.

Pet Care HR Península oferece conforto aos animais (Foto: Reprodução/Jornal Coletivo)

Embora algumas pessoas considerem os pet places um modismo da construção civil, especialistas acreditam que esses espaços vieram para ficar. Ricardo Cerqueira, gerente de incorporação da Paul Octavio Empreendimentos Imobiliários, acha que esse tipo de serviço está longe de ser uma moda passageira. O Península, um dos empreendimentos da incorporadora em parceria com a Via Engenharia, proporciona esse serviço.

Busca da harmonia entre humanos e animais

Nada melhor do que alguém que conhece e cuida dos animais para falar por eles. Por que não ter, então, um lugar apropriado para o seu lazer? Quem defende harmonia entre humanos e animais é Eliane Cruz, veterinária e proprietária da Bichos e Caprichos, no Setor Sudoeste. Na visão da especialista, esses espaços são extremamente necessários. Uma prática já existente em outros países e em outros Estados, que agora vem ganhando espaço no mercado imobiliário do Distrito Federal.

Fonte: Jornal Coletivo

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo