Filhote de baleia de quase 4 metros encalha na praia de Muriú, litoral do RN

           

Um filhote de baleia cachalote encalhou neste sábado (12) na praia de Muriú, munícipio de Ceará-Mirim, litoral norte do RN. De acordo com o biólogo Douglas Brandão, responsável pelo Aquário de Natal, o filhote tem de 3 a 4 dias de vida e ainda apresenta o cordão umbilical.

A baleia tem 3 metros e 75 centímetros de cumprimento e está sendo cuidada por uma equipe de quinze profissionais entre biólogos e veterinários de cinco órgãos. Segundo Douglas Brandão, que está no local junto com a equipe, tem profissionais do Ibama, do Instituto Chico Mendes, do projeto de Resgate de Animais Marinhos e do Aquário de Natal na praia para tentar salvar a vida do animal.

O biólogo explicou que o filhote de baleia ainda apresenta o cordão umbilical e que os profissionais estão se revezando para segurar a cabeça dele para que não afunde. “É necessário que fique o tempo inteiro duas pessoas segurando a cabeça do animal porque se ele afundar, não tem muitas chances de sobreviver”, explica. Brandão explicou também que os biólogos e veterinários devem passar a noite neste revezamento para proteger a baleia.

O especialista detalhou também que o animal precisará de muito complexo vitamínico, pois trata-se de um filhote. A equipe acredita que a baleia mãe esteja longe, há umas três horas da costa.

Espécie

A baleia cachalote é facilmente reconhecível pela forma quadrada de sua cabeça, que corresponde a 40% de seu corpo. Na parte superior frontal da cabeça localiza-se o órgão que produz o espermacete, uma substância oleosa cuja densidade pode variar do líquido ao sólido e que serve para controlar a estabilidade em mergulhos profundos e garantir sua flutuabilidade.

Possui uma coloração escura uniforme, que vai do cinza ao marrom, com pele enrugada, principalmente na parte posterior do corpo. Um de seus inimigos naturais são as orcas.

O período de gestação é de, aproximadamente, onze meses, com o nascimento de apenas 1 filhote, com cerca de 4m e pesando 1 tonelada. Fêmeas adultas atingem 12m e os machos 18m. O peso médio do macho é de cerca de 45 toneladas, e o da fêmea 20 toneladas. (informações do projetobaleias.com.br)

Fonte: DN

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo