Cadela abandonada em floresta encontra um novo lar

Ginger ficou famosa depois que imagens de segurança captaram o momento em que foi abandonada, mas felizmente, ela acaba de ser adotada.

Após quatro meses aguardando, finalmente, Ginger encontra um novo lar (Crédito: Reprodução/ Daily Mail)

Final feliz para a cadelinha Ginger, uma mistura de Pastor de Shetland com SRD, de oito anos. Ela foi encaminhada para um abrigo após ser abandonada por seu tutor, mas hoje, quatro meses depois, ela, finalmente, encontrou um novo lar.

O animal ficou conhecido depois que câmeras de segurança captaram o momento exato em que seu tutor estacionou o carro e fingiu que faria uma caminhada com a cadela. Em vez disso, o desconhecido simplesmente deixou o animal em uma floresta, em Dorset, Inglaterra, e foi embora.

Após a divulgação das imagens em que Ginger aparece desesperada para reencontrar o seu tutor centenas de pessoas se ofereceram para cuidar dela. Como o animal já é idoso e necessita de cuidados especiais, como medicação específica para artrite, os funcionários do abrigo utilizaram um criterioso processo de seleção para encontrar um lar adequado para ele.

De acordo com o jornal Daily Mail o escolhido foi um aposentado que não quis se identificar, mas que mora sozinho em Southhampton, Inglaterra. O processo de seleção envolveu o preenchimento de um questionário e entrevistas e após o grupo ter sido reduzido para 25 e depois para 12, finalmente o tutor ideal foi escolhido.

Em entrevista à publicação, Mary Bull, gerente do abrigo onde Ginger permaneceu nos últimos quatro meses, disse que seus funcionários estavam em busca de um lar tranquilo, onde não houvesse a presença de outros cães e gatos. “O senhor que escolhemos é aposentado, então, ele estará sempre por perto para cuidar da Ginger. Ele também dispõe de um belo jardim para ela”.

Até o momento foram localizadas duas pessoas que supostamente teriam sido responsáveis por abandonar Ginger em setembro de 2010. Michael Hartley, 54, e Jenny Hadfield, de 55 anos foram acusados de crueldade contra animais e devem ser julgados em abril.

Fonte: PetMag

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com