Cem cães são resgatados de áreas atingidas em Teresópolis

           

Cem cães foram resgatados pelas equipes da Comissão Especial de Proteção Animal da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e voluntários. Os animais estavam em situação de risco e abandono por causa das chuvas em Teresópolis. Muitos estão gravemente feridos, de acordo com o coordenador da Comissão, Fabiano Jacob.

Segundo o coordenador, um dos cães estava muito debilitado, há dois dias ele estava cavando a terra no local onde o tutor morreu soterrado.

Os cachorros foram levados para um galpão no bairro Melbon que está servindo como abrigo. Ontem, uma equipe foi a Petrópolis para dar início ao resgate de mais animais.

Nesta sexta-feira, equipes da Comissão de Meio Ambiente e da Comissão Especial de Proteção Animal foram até Teresópolis para oferecer ajuda. A veterinária Andrea Lambert, que integra o grupo, conta que eles vão tentar percorrer os bairros para fazer resgates e buscar um galpão para levar os animais.

“A situação é grave. Soubemos que há 26 cachorros isolados numa igreja no bairro da Barra, vamos tentar ir lá salvá-los – conta Andrea, que ajudou no resgate de animais na tragédia do Morro do Bumba, em Niterói, em abril do ano passado.”.

De acordo com os protetores, o abrigo da ONG Combina, que fica em Nova Friburgo e tem cerca de 400 cães, foi totalmente devastado. E, por causa dos problemas de comunicação, ainda não se sabe quantos animais morreram. O problema também se repete no Abrigo da Serra, em Teresópolis, que ficou inundado. Na internet, foi lançado um apelo para doações de rações, casinhas, dinheiro e ajuda de veterinários voluntários.

Em Niterói, a veterinária Kenell Vip, na Rua Gavião Peixoto 31, Icaraí, está desde ontem recolhendo doações de rações, medicamentos e insumos médicos para serem entregues para o Abrigo da Serra.

” Nossos clientes estão ajudando bastante até agora recebemos 18 quilos de ração. Fora os alimento não perecíveis e materiais de limpeza que serão doados para as pessoas – disse a recepcionista Andrea da Silva Conceição.”.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo