Protetora pede ajuda para cães que vivem em gaiolas à espera de um novo lar

           
Miluciana
miluciana@gmail.com

A protetora Luzia Carreiro pede ajuda para estes peludinhos que vivem em gaiolinhas esperando sua chance de serem adotados.

Barney, o baixinho charmoso e bonzinho, era cuidado por Luzia na rua até que apareceu com o focinho queimado. Sem alternativa, ela o resgatou, mas ele está em um lugar inapropriado, pois ele vive na gaiola do pet shop há uns 2 meses. Isso não é vida! Está castrado e tem por volta de 1 ano.

Bebe tem aproximadamente de 3 ou 4 meses e a dona da casa de ração pediu ajuda já que a gaiolinha é minúscula, então está à procura de um lar definitivo ou provisório para ele.

Há também o Vítor que, embora não esteja vivendo em uma gaiola, vive num lar provisório com espaço restrito  junto com outros cães e há muitas brigas. Ele também foi retirado das ruas onde passava muitas necessidades. Já está castrado e tem por volta de 1 ano.

Contato: 
Luzia
(11)8175.7637 
luzia.carreiro@uol.com.br

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo