Gato vivo ‘marinando’ em tempero é encontrado pela polícia de Nova York

           
Foto divulgada pelo serviço de proteção aos animais mostra Navarro, 4 anos, na enfermaria do abrigo nos EUA (Foto: SPCA Serving Erie County/AP)

A polícia de Buffalo, em Nova York (EUA), descobriu um caso de crueldade contra animais graças a um farol vermelho.

Na noite de domingo (8), agentes pararam o motorista Gary Korkuc, 51, para multá-lo por passar no farol vermelho. Os policiais ouviram miados e, ao conferir o porta-malas do veículo, encontraram um gato vivo “marinando” em óleo e pimenta.

Navarro, de 4 anos, estava em uma gaiola com o pelo coberto com óleo e pimentas vermelhas amassadas, segundo o jornal Buffalo News.

Korduc disse que fez aquilo porque Navarro tinha temperamento ruim, segundo a polícia. Ele foi acusado de crueldade contra animais e liberado em seguida. Navarro foi colocado para adoção.

Korduc disse ainda que pretendia cozinhar o gato. Segundo a polícia, ele fez várias declarações sem sentido. Por exemplo, que o gato – macho e castrado – estava “grávido”.

Fonte: Gazetaweb

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo