Jujuzão e outros animais estarão disponíveis em feira de adoção

           

A ONG Salve se Puder realiza mensalmente uma feira de doação de cães e gatos em um espaço cedido pelo autoposto Lótus, em Sorocaba. O objetivo é encontrar lar para os animais que são abandonados nas ruas e que são recolhidos, provisoriamente, por protetores. Na edição de maio foram adotados 27 cães e 12 gatos.

Foto: Divulgação

A ONG não conta com abrigo para animais e atua como parceira dos protetores que precisam doar cães e gatos. A presidente da Salve se Puder, Cristina Tagliassachi Hubner explica que os animais para adoção são cadastrados previamente e devem estar vermifugados na ocasião da feira. Os animais que não conseguem um lar voltam para a pessoa responsável e aguardam a próxima feira de doação. Cristina informa também que todos os animais adotados na feira têm direito a uma consulta grátis com veterinários parceiros da entidade e a Ong prioriza os animais que foram abandonados nas ruas ou em portas de casas, terrenos e construções.

Flávia Ramires sabe bem o que é recolher animais da rua mesmo quando não há espaço para mais um animal. O cachorro da foto foi abandonado há cerca de um mês pelos antigos tutores e ela e o namorado resolveram resgatá-lo. Cuidaram dele, aplicaram vacina contra raiva e a chamada V8 – que previne 6 tipos de doenças: adenovírus (tipo 1 e 2), leptospirose (2 sorotipos), cinomose, hepatite infecciosa canina, parvovirose e coronavirose – e procuraram por diversas entidades que pudessem promover um novo lar para o bichinho. Acabaram por cadastrá-lo para próxima feira da Ong Salve se Puder. O veterinário que atendeu o cachorro disse que ele deve ter aproximadamente um ano.

Flávia conta que ele é extremamente dócil e pesa 13 quilos. Ela espera que na próxima feirinha, nos dias 11, 12 e 13 de junho, o animal encontre finalmente tutores que possam cuidar dele com carinho e que continuem promovendo a saúde do animal como ele merece e como ela e o namorado vêm promovendo.

Apesar de toda essa boa vontade, para Flávia é impossível cuidar de mais esse cão, pois ela já tem três animais: o schnauzer Bóris e as poodles Susi e Fifi, que vivem dentro de casa. O Jujuzão – nome provisório dado pelo casal ao simpático cachorro – fica no quintal, por conta do tamanho. Mas ela se preocupa com a segurança do cachorro a cada vez que precisam abrir o portão. Como ele vive solto no quintal pode fugir e acabar sendo atropelado.

Se você está interessado em adotar o Jujuzão e continuar com os cuidados que a Flávia tem dispensando ao bichinho, mande um e-mail para <ela@jcruzeiro.com.br> que colocaremos em contato com a protetora. Ela conta que mesmo sendo provisório, o Jujuzão já atende pelo nome. Ele já tem até carteirinha de saúde!, comemora ela. O que falta mesmo é um lar.

Se não for adotado antes da feira, Jujuzão será um dos animais disponíveis para adoção no autoposto Lótus. A Ong também esclarece aos protetores interessados em se cadastrar que animais de grande porte devem permanecer na feira acompanhados de seus cuidadores, já que a Salve se Puder não conta com cercados que comportem grandes animais.

As pessoas que pretendem doar animais devem se cadastrar até uma semana antes da feira, através do telefone (15)9765-8577, de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 e das 14 às 17 horas. Os doadores devem apresentar RG, CPF e comprovante de endereço no dia da feira.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul


Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo