África do Sul luta para preservar os leões brancos

           

Na imensidão da África, o reino animal é exuberante. Mas há um tipo de rei que simplesmente desapareceu da selva. O mundo só conhece o leão branco assim: atrás das grades, confinado em jaulas. E olha que os poucos que ainda existem, não mais que 200, estão vivos hoje graças ao esforço de alguns ambientalistas.

Gente do bem como o holandês Arry. Ele cuida de um centro de preservação do leão branco, na província de Mampolo, a 250 quilômetros de Joanesburgo. Um dos raros lugares onde este tipo de animal está a salvo de caçadores.

Os leões brancos passaram os últimos 20 anos fugindo da mira de espingardas. Os poucos que conseguiram sobreviver na selva acabaram morrendo pela dificuldade que eles mesmos tinham de caçar. O leão branco não consegue a capacidade da camuflagem.

O objetivo é criar reservas especiais para o leão branco. Porções de selva onde nunca não falte alimento. Por mais complicado que seja se esconder no mato. E onde eles estejam a salvo de caçadores. “É um processo muito difícil”, diz Arry.

Um leão tem que ajudar o outro. E todos estes animais hoje dependem da boa vontade do homem. Sete mil restaurantes e bares da África do Sul aceitaram doar parte da renda durante a Copa para projetos de proteção do leão branco.

O dinheiro arrecadado será investido na criação em cativeiro e depois na compra de áreas preservadas. Quem sabe assim, no futuro, o leão branco tenha de volta o respeito do passado. Quando era chamado por muitas tribos de filho do sol.

Assista aqui ao vídeo da reportagem.

Fonte: G1

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo