Vanguarda Abolicionista participa da 4ª Feira da Biodiversidade

Marcio de Almeida Bueno
[email protected]

Nesta quinta-feira, 20 de maio, ocorreu mais uma Feira/Festa da Biodiversidade, reunindo quase uma centena de entidades de Porto Alegre ligadas ao meio ambiente e a movimentos sociais. As atividades começaram na segunda-feira, 17, com exibições de vídeos e debates na UFRGS e no edifício da comunidade Utopia e Luta.

Durante toda a quinta, banquinhas ocuparam o Largio Glênio Peres, no coração do Centro da Capital, desde as 7h. A Vanguarda Abolicioista participou com um stand e farta distribuição de material. Panfletos, folderes, minipôsteres, buttons, adesivos, livros e cópias de artigos foram distribuídos aos interessados que, ao longo do dia, eram atraídos pelos banners instalados no local.

Foto: Márcio de Almeida Bueno

O ativista Marcio de Almeida Bueno concedeu entrevista à Ecoagência – deve ir ao ar nos próximos dias, no programa dos Ecojornalistas da Rádio da Universidade. A nutricionista vegana Claudia Lulkin foi bastante requisitada e esclareceu as dúvidas dos populares ou dos que questionavam o porquê dos materiais.

Foto: Ellen Augusta Valer de Freitas

Propostas como a libertação animal, o veganismo e o antiespecismo foram apresentandas pelos colaboradores da VAL ao público passante que, em sua maioria, manifestava apoio à causa. Muitos foram os vegetarianos que visitaram a banquinha (de jovens a um senhor aposentado de Florianópolis, que modificou seu estilo de vida já na Terceira Idade). Alguns poucos confessaram que problemas de saúde, juntamente com orientação médica, pesaram na hora de optar por uma alimentação vegetariana ou vegana.

Vozes contrárias também compareceram, como um dono de abatedouro, que se dispôs a explicar aos ativistas os diferentes tipos de abate de gado – além de uma senhora que garantia que quem compra um animal de estimação acaba tratando melhor do que se tivesse adotado. Todos foram ouvidos e receberam esclarecimentos dos integrantes da VAL, para terem uma nova visão sobre suas, até então, certezas.

Foto: Marcio de Almeida Bueno

O dia correu com extensa programação de oficinas, encenações, danças, batucadas e trocas entre os participantes. A Vanguarda Abolicionista foi convidada pela ONG Ingá a ministrar palestras sobre abolicionismo animal aos ambientalistas e também trocou materiais e experiências com rastafáris veganos e anarcopunks. O evento seguiu noite adentro e a festa de encerramento da semana acontece na noite de sábado para domingo no Parque da Harmonia – quando é comemorado o Dia da Biodiversidade, dentro do Ano Internacional da Biodiversidade.



Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com