Cão é extraviado durante viagem entre México e Canadá

           

Uma companhia aérea americana ofereceu US$ 200 ao tutor de um cachorro perdido durante um trecho de uma viagem de avião entre o México e o Canadá. De acordo com a rede ABC, o cão Paco, de Josiah Allen, sumiu depois de ter sido despachado na Cidade do México com destino a Detroit.

Allen havia encontrado o cachorro em uma praia, durante uma visita a amigos em Puerto Vallarta. Depois de tratar as doenças do animal, o estudante e a namorada decidiram levá-lo para o Canadá. No dia 3 de maio, no primeiro trecho da viagem, entre Puerto Vallarta e a Cidade do México, não houve imprevisto. Durante uma parada de cinco horas, o casal passeou com o animal, antes de despachá-lo para o trecho entre o México e Detroit em um voo da Delta Airlines.

Paco foi encontrado em praia no México. (Foto: Divulgação)
Paco foi encontrado em praia no México. (Foto: Reprodução/G1)

No momento do embarque para os EUA, um funcionário da companhia teria alertado que a caixa para transporte era pequena demais. Allen assinou um documento isentando a companhia de qualquer responsabilidade.

Depois de duas horas esperando em Detroit, descobriu-se que o cão não havia embarcado no México. A companhia prometeu, então, entregá-lo na casa de Allen, no Canadá. Mas, no dia seguinte, o amigo mexicano do estudante ligou para o aeroporto atrás de mais informações e foi comunicado que o animal havia quebrado a gaiola e fugido.

“Nossa equipe tem realizado pesquisas exaustivas para localizar o cão que fugiu em 3 de maio na Cidade do México”, disse a porta-voz da Delta Susan Elliott em um comunicado. “Entretanto, entramos em contato com o tutor do cachorro para informá-lo da situação e oferecer nossas sinceras desculpas por termos sido incapazes de recuperar o cachorro.”

Josiah, porém, não se contentou com a explicação da companhia. “Não acredito que ele fugiu”, disse ele. A Delta reembolsou o valor pago para transportá  o cão, também se ofereceu para cobrir os custos gastos em vacinas e deu um crédito de US$ 200 para uma futura viagem de Allen e da namorada.

Fonte: G1

Nota da Redação: Esta história não necessita de explicações e desculpas somente, mas também de uma boa investigação. A situação está mal colocada e as informações não parecem ser confiáveis, mas o problema maior é que uma vida está em risco por incompetência ou negligência. Uma atitude mais responsável deve ser imposta com urgência, para que este cão não sofra mais do que está sofrendo e já sofreu.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo