Homem acusado de crueldade contra um cachorro pode pegar 3 anos de prisão

           

Por Cassio Mosqueira  (da Redação-Canadá)
 
James Worley, 52 anos, é acusado de amarrar um pitbull e deixá-lo à morte em um campo no sul de Bakersfield, Califórnia (EUA). Ele está em liberdade sob fiança, mas pode pegar até três anos de prisão se for condenado. Depois de declarar-se inocente, suas impressões digitais foram tiradas e ele saiu rapidamente do tribunal, se recusando a falar com repórteres.

Foto: Reprodução Kget

Defensores dos direitos animais dizem que Worley merece mais do que o período máximo de três anos.

“Não é um crime muito agradável, pessoas que fazem isso muitas vezes abusam de outros animais, e até de seres humanos”, disse Karen Marousek, uma defensora dos direitos animais, que compareceu à audiência no  tribunal.

Worley foi acusado de dois crimes de crueldade contra animais, assim como abandono de um cão.

Fonte: KGET

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo