Começa campanha para abolição das touradas em Madri, na Espanha

           

Por Raquel Soldera (da Redação)

A associação protetora dos animais El Refugio apresentou uma Iniciativa Legislativa Popular (ILP) para a proibição das touradas na Assembleia de Madri, na Espanha, no dia 11 de fevereiro, três semanas antes do anúncio da Comunidade de Madri para considerar as touradas um Bem de Interesse Cultural (BIC).

Os voluntários da associação El Refugio começaram uma corrida contra o tempo para recolher 50 mil assinaturas antes de 13 de junho. Estas é a quantidade de assinaturas necessárias para a ILP ser discutida na Assembleia de Madrid.

Eles apresentaram a campanha ‘Dos Orejas’ na praça Las Ventas. Segundo o presidente da organização El Refugio, Nacho Paunero, “quando os toureiros fazem uma ‘boa apresentação’, lhes dão as duas orelhas do touro. Nós queremos duas orelhas para sermos escutados, e para isso, tanto nós do El Refugio quanto os demais cidadãos de Madri, temos feito uma boa apresentação”.


Campanha Dos Orejas (Imagem: AnimaNaturalis)


Os voluntários carregavam cartazes onde, à esquerda, duas mãos seguram duas orelhas e embaixo se lê: “Conseguir que nos escutem seria um triunfo”, e logo abaixo tem uma espada em forma de caneta, e a frase: “Colabore para o fim das touradas. Dê-nos a sua assinatura”. Ao lado direito, dados sobre as touradas: “13.500 touros torturados e executados. 227 pessoas mortas nas touradas, 550 milhões de euros públicos de financiamento”.

O governo tem conhecimento da ILP desde o dia 12 de janeiro, quando foi apresentada pela primeira vez, mas não foi aceita por “defeitos de forma”.

Segundo Nacho Paunero, existem mais cidadãos de Madri que são contra as touradas do que os que consideram-nas um patrimônio cultural. Por isso, acredita que conseguirão as 50 mil assinaturas.

Mais informações sobre a campanha são encontradas no site dosorejas.org

Com informações de AnimaNaturalis e El Diario Exterior

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo