Megaoperação prende caçadores em Santa Tereza, ES

           

Uma megaoperação envolvendo cerca de 150 homens das polícias Federal, Militar e Civil com participação da Promotoria de Justiça de Santa Teresa e do Ibama, foi deflagrada às 4h desta sexta-feira (12) em Santa Teresa, região Serrana do Espírito Santo. O alvo da operação são pessoas envolvidas em crimes ambientais. Dez mandados de prisão e 30 de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça.

O grupo de policiais foi dividido em 31 equipes com mandados de busca e apreensão. Até agora sete pessoas foram detidas e apreendidos animais silvestres e armamentos utilizados durante a práticas ilegais. Entre os detidos estão empresários da cidade.

Segundo o delegado Fernando Amorim da Polícia Federal, os detidos se reuniam em um “clube de caça” para matar animais silvestres. Entre os acusados, estavam empresários da região com alto poder econômico, o que reforçou aos crimes o caráter do simples prazer em matar animais. Eles chegavam a fazer “excursões” para outros estados para matar. “Durante as nossas investigações, a equipe chegou a fazer uma viagem com o grupo para a Bahia para flagrar a caça, mas existem provas de que eles viajavam para diversos estados”, revela.

O trabalho de investigação começou há 3 meses, quando a Delegacia de Combate a Crimes Ambientais da Polícia Federal passou a observar as ações do grupo que se reunia à noite para marcar os “eventos”. Ainda de acordo com o delegado Amorim, o que mais chama atenção é a cultura da região. A tradição de caçar animais silvestres é passada de pai para filho. “Eles não percebem que é um crime ambiental e que isso destrói o meio ambiente”, lamenta.

Os detidos foram transferidos para a sede da Polícia Federal, em Vila Velha, ainda na manhã desta sexta. Uma pessoa que está presa por porte ilegal de arma deve permanecer detida na carceragem da Polícia Civil em Santa Teresa à disposição da Justiça. Os animais serão levados para a sede do Ibama, em Vitória.

Com informações do Gazeta Online

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo