Polícia Ambiental resgata e apreende animais silvestres em duas cidades

           
Equipes da Polícia Militar Ambiental de Presidente Epitácio e de Panorama resgataram uma enorme sucuri, durante patrulhamento aquático. A serpente, com cerca de quatro metros de comprimento, estava no lago da Usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta (Rio Paraná), em Presidente Epitácio.
Os policiais estavam próximos da antiga foz do Rio do Peixe quando encontraram um pedaço de rede de pesca abandonado à margem do manancial, onde a serpente adulta estava enroscada. O animal foi resgatado e levado para área segura.
A sucuri-verde ou sucuri-preta (Eunectes murinus) é a maior e mais conhecida das espécies existentes de sucuri. Também conhecida como anaconda, é encontrada na América do Sul, nas regiões alagadas onde há presas – jacarés e capivaras – em abundância. No Brasil, elas são encontradas em todas as regiões, de Norte a Sul.
A sucuri pode chegar a oito metros de comprimento e pesar 150 quilos. Geralmente, evitam contato com humanos. Quando se sentem incomodadas, podem reagir com mordidas. São mais ágeis na água, onde passam a maior parte do tempo. A sucuri não é peçonhenta; mata suas presas por constrição, sufocando-as até que morram por falta de ar. Depois, engolem a vítima inteira.
Apesar das muitas lendas sobre as anacondas, são animais lentos na terra. Usam a agressividade como proteção, por não terem condições de se refugiar. As principais defesas da sucuri são dar botes para manter o agressor longe e proteger a própria cabeça enrolando o corpo em volta dela.
Em Jaú, os policiais militares ambientais da cidade apreenderam 132 aves silvestres, 30 delas em fase de extinção. Designados a checar uma denúncia anônima, visitaram duas residências no município: numa delas encontraram 68 aves silvestres e 64 em outro local. Os responsáveis pelas aves foram conduzidos ao Distrito Policial do município, por desrespeito à Lei de Crimes Ambientais. Após o registro da ocorrência, as aves foram encaminhadas ao Zoológico Municipal de Bauru.
Fonte: ABN

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo