Ursos vítimas da extração de bile são resgatados de fazenda no Vietnã

           

Por Marcela Couto (da Redação)

Dezenove ursos asiáticos raros foram encontrados presos em pequenas jaulas e explorados pela cruel “ordenha da vesícula” em uma fazenda ilegal do Vietnã.

urso3
Foto: Margie Mason / Associated Press

De acordo com a crença popular do local, a bile dos ursos é um ingrediente medicinal poderoso, usada para tratar desde hemorroidas até epilepsia. Tornou-se comum para os asiáticos inserir cateteres nos animais para sugar o líquido esverdeado direto da vesícula biliar.

Alguns dos animais encontrados na operação estavam mergulhados em seus próprios excrementos, extremamente agitados e restritos a um pedaço de chão de concreto. Imediatamente devoraram as bananas e melancias oferecidas pela equipe, acostumados à dieta miserável de papa de arroz.

Os ursos receberam tranquilizantes e foram levados a um centro de resgate próximo à capital do país, Hanoi. Dois deles tinham membros amputados e um estava completamente cego.

Exames revelaram que os ursos sofriam a ordenha da vesícula biliar, e alguns terão os órgãos removidos pela gravidade das lesões.

A bile dos ursos é usada na Ásia para tratar febres, dores, inflamações e outros sintomas há séculos, mas as fazendas de exploração foram instituídas em 1980 pela China. Nesses locais os ursos são confinados e a bile é sugada de suas vesículas, causando ferimentos purulentos, vazamento interno da bile e infecções que os matam lentamente.

O “ingrediente” drenado das vísceras dos ursos pode ser encontrado em 75% das lojas japonesas, 42% das lojas sul-coreanas e 15% das lojas canadenses, de acordo com a Sociedade Protetora dos Animais.

A atividade ainda é legalizada na China, e cerca de 7 mil ursos estão sendo ordenhados neste momento no país. Felizmente, o Vietnã aboliu a prática desumana em 2005, e tem lutado contra o mercado negro.

A bile dos ursos contém uma alta concentração de ácido ursodeoxicólico, por isso uma versão totalmente sintética da substância é vendida em pílulas no Ocidente para tratamento de pedras no rim e doenças do fígado.

A pílula já é vendida na China, mas os adeptos da medicina tradicional alegam não poder utilizá-la por não ser de “fonte natural”.

A Escola de Medicina Chinesa da Universidade de Hong Kong já declarou inclusive que algumas ervas podem substituir e superar os efeitos da bile de urso.

Os ursos negros resgatados ficarão em quarentena durante 45 dias, com direito a muita manteiga de amendoim, e depois provavelmente serão levados a um santuário.

Com informações de Los Angeles Times

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo