Aves silvestres são comercializadas por até R$ 20 mil, no exterior

           

O Distrito Federal fica no centro de uma rota de tráfico internacional de animais silvestres que parte do Nordeste e do próprio Centro-Oeste e acaba na Europa. Depois de Brasília, os animais ainda fazem escalas no Sudeste para chegar ao exterior.

Pássaros comprados por R$ 15 ou R$ 20 nas pequenas cidades do sertão chegam à capital federal valendo até R$ 2 mil. No exterior, o preço chega a R$ 15 mil ou R$ 20 mil por unidade. Também há tráfico de ovos. Um ovo de arara custa até mil euros na Europa.

Na Operação Oxóssi, da Polícia Federal, realizada em março de 2009, foram apreendidos pássaros no Rio e em Brasília. Eles seriam enviados a Portugal, Holanda, Inglaterra e República Tcheca. Para viajar pelo interior do país ou mesmo para o exterior, os animais são dopados e acondicionados em pequenos cones — chamados em inglês de egg lunes.

O tráfico de ovos intensificou-se nos últimos anos. Brasília é visada porque há muitos pássaros no Cerrado. No ano passado, um tcheco foi preso no Aeroporto de Praga com 18 ovos de arara.

Ainda em 2009, a Operação Arapuca, da Polícia Federal, apreendeu animais em Brasília, Tocantins, São Paulo e Rio. Só em Brasília, foram 400. Doze pessoas foram presas no DF.

Fonte: Correio Brasiliense

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo