Cresce o número de gatos e cães abandonados

           

Muita gente que tem bichos de estimação e não o que fazer com eles durante as férias, acaba se livrando do animal, deixando ele na rua. É por isso que nesta época do ano, o número de animais domésticos abandonados costuma aumentar consideravelmente, segundo a Sociedade Protetora dos Animais.

Nas ruas, principlamente os cães e gatos abandonados sofrem vários tipos de maus tratos. Segundo dado divulgado pela ONG Pense Bicho, são cerca de 13 mil cães abandonados apenas em Curitiba.

No Brasil, os animais são protegidos pela Lei 9.605/98, de crimes ambientais, e pelo artigo 25 da Constituição Federal, que diz que compete à coletividade e ao poder público manter o meio ambiente equilibrado e cuidar dos animais. A pena para quem maltrata animais é de três meses a um ano de detenção, podendo aumentar de um sexto a um terço se o bicho morrer.

Também nos finais de ano, a Sociedade Protetora dos Animais enfrenta dificuldades para conseguir ração, já que muita gente viaja. Diariamente, os animais mantidos pela entidade consomem 300 quilos do alimento. Quem quiser doar pode obter informações no site www.spacuritiba.org.br

Fonte: BemParaná

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo