Raio mata 29 ovelhas e um cão em Portugal

           

O pastor Vitorino Nunes, que é responsável por cerca de trezentas ovelhas no sítio da Cabanita, na freguesia de Paderne, em Portugal, escapou da morte por pouco. Na madrugada de quarta-feira (23), por volta das 3h15, com o mau tempo que se formou na região, a queda de um raio partiu um cabo de alta tensão, motivando a morte por eletrocussão de 29 ovelhas e do cão.

Imagem: Nuno Jesus/Correio da Manhã
Imagem: Nuno Jesus/Correio da Manhã

“Por sorte, não estava no barracão, como é habitual, tinha-me refugiado do frio e da chuva numa cabana contígua”, conta Vitorino Nunes, ainda a recompor-se do susto. “Vi um clarão e ouvi um grande estrondo”, continua, “o cabo caiu ao pé de uma oliveira e as ovelhas começaram a tombar, moribundas umas, mortas outras, parecia o fim do mundo”, explica o pastor.

Isaurindo Martins, proprietário do sítio, lamenta a perda “do melhor cão”, com um ano e meio, e de tantas ovelhas. “Um presente de Natal que não estávamos à espera”, afirma, resignado, lembrando a sorte de seu funcionário não estar no local. “Foi um acaso, poderíamos agora estar lamentando, igualmente, a sua morte”, reconhece.

O fato de, no seu terreno, a Energia de Portugal (EDP) ter colocado dois postes de alta tensão também é motivo de revolta. “Já pedi aos funcionários, várias vezes, que retirassem aquilo dali, mas nunca me ouviram e agora ninguém vai se responsabilizar por tamanho prejuízo”, protesta.

Fonte: Correio da Manhã

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo