Seca causa morte de animais na Ilha de Marajó, no Pará

Não chove forte há mais de dois meses na Ilha de Marajó, no Pará, extremo Norte do Brasil. A vegetação está bastante seca e alguns rios já desapareceram. Os locais que ainda têm um pouco d’água são disputados por animais e pássaros.

A associação que reúne os 16 municípios do arquipélago de Marajó diz que falta água potável, principalmente para as populações ribeirinhas.

Em Santa Cruz do Arari a população foi isolada pela seca, pois as embarcações estão paradas em poças quase secas no centro da cidade, que tem o solo todo rachado.

Muitos animais na região já morreram. As queimadas destruíram o pouco de vegetação que restava no pasto, e os fazendeiros passam dias conduzindo o gado para o único lago da região que ainda não secou.

Fonte: G1

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com