Final feliz para alguns dos pit bulls encontrados em rinha nos Estados Unidos

Por Karina Ramos (da Redação)

Centenas de pit bulls resgatados da maior apreensão policial em rinhas da história dos Estados Unidos, que estavam esperando desde julho para saber qual seria o seu destino, já podem respirar aliviados.

Agora, dezenas deles estão encontrando novos lares. Mais de 120 cães já foram encaminhados para tutores adotivos, graças à ajuda de grupos de resgate de pit bulls espalhados pelo país. E outros 117 filhotes também serão encaminhados em breve.

“Eles não são animais maus. São vítimas do abuso”, disse Debbie Hill, vice-presidente de operações da Sociedade Humanitária do Missouri. “Seus rostos e seus olhos contam suas histórias. Eles só querem estar na casa de alguém, em um sofá, ou dormindo nos pés de alguém, talvez mordendo um tapete ou dois por diversão. Estão aprendendo, pela primeira vez, como ser um cachorro.”

Pit bull resgatado de rinha nos Estados Unidos
Pit bull resgatado de rinha nos Estados Unidos

A Sociedade Humanitária do Missouri (HSMO) tem trabalhado e dado abrigo em uma instalação de emergência para a maioria dos cães desde o dia que foram resgatados, em 8 de julho deste ano.

Terça-feira (10), a HSMO convidou a equipe da Associated Press para conhecer o abrigo. Eles divulgaram que, enquanto estiveram lá, filhotes que haviam nascido depois do resgate brincavam uns com os outros e eram muito bem alimentados em suas tigelas enquanto eram chamados por seus próprios nomes.

Os cães que foram para lares adotivos receberão treinamento sobre como viver com uma família humana em uma casa. A partir daí, o objetivo será encontrar famílias permanentes para os filhotes. Eles serão ensinados a conviver com os barulhos de uma casa, regras de convivência familiar e boas maneiras.

A especialista em comportamento animal Pamela Reid, que fez parte do grupo que avaliou os animais, disse que dois terços deles apresentaram bons resultados para “não agressividade e condições favoráveis de adoção”. Ela está tutelando um dos cães, embora um de seus preferidos tenha sido eutanasiado por se mostrar muito agressivo com homens.

Debbie Hill disse que 160 cães foram eutanasiados por causa de ferimentos, doenças e problemas de comportamento.

Para mais informações sobre a Sociedade Humanitária do Missouri, acesse: http://www.hsmo.org .

Fonte: The Examiner

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com