Zoológico de Pouso Alegre será desativado

           

Os problemas estruturais fizeram com que a prefeitura e o Ibama decidissem desativar o zoológico de Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais. Os cerca de 180 animais, entre felinos, aves e macacos de várias espécies, devem ser remanejados nos próximos 10 meses.

O zoológico está localizado em uma área de preservação integral e desde 2005 tenta se adequar às normas estabelecidas pelo Ibama. Atualmente o tamanho das jaulas e a proximidade dos animais com a mata nativa estão entre as irregularidades apontadas. Mas os problemas não param por aí.

Nos últimos anos, vários acordos foram firmados no sentido de melhorar o espaço destinado aos animais, mas nada foi feito. Em 2004, um leão fugiu e expôs ainda mais a precariedade das instalações. Segundo o diretor do zoológico, Maurício Djalles, as instruções do Ibama não foram seguidas.

Um leão precisa de, pelo menos, 75 metros quadrados, mas as jaulas disponíveis no zoo de Pouso Alegre tem apenas 15 metros quadrados, isto é, cinco vezes menos que o recomendado.

Os zoológicos de São José do Rio Pardo, de Varginha e de São Carlos já demonstraram interesse em receber os animais.

A transferência só depende de uma autorização do próprio Ibama.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com